Meterologia

Previsão para: 15/12/2017

Parapuã

  • Martinópolis martinopolis
  • Osvaldo Cruz osvaldo-cruz
  • Parapuã parapua
  • Presidente Venceslau presidente-venceslau
  • Rinópolis rinopolis
  • Rancharia rancharia
  • Pompeia pompeia
Razoável (dia)

30ºC

30ºC

Sobre

Conheça um pouco da história da CASUL

A+ A-

 

Em 1960, o Sr. José Morales Agudo (Zé Grande) reuniu 59 produtores de café da nossa região com o propósito de constituir uma cooperativa tendo como objetivo principal o de padronizar e exportar toda produção dos seus associados e também defender seus interesses, tanto na comercialização dos seus produtos como também na assistência e fornecimento de bens de consumo para suas lavouras. No dia 06/03/1960 foi então realizada a assembléia geral de constituição da cooperativa, sendo naquela reunião aprovado seus estatutos. Com o financiamento conseguido junto ao Instituto Brasileiro do Café e com integralizações de cotas partes pelos cooperados presentes, teve início à construção dos armazéns, tulhas, balança, escritórios, etc.


Em 22/04/1961 foram inauguradas as instalações da cooperativa. Iniciou-se uma nova vida para a cafeicultura regional. A cooperativa recebeu naquele ano 119.204 sacos de café em coco, que resultaram em 40.783 sacos de café beneficiados. Em 1964 foram construídos mais 1.000 m2 de armazéns e 300 m2 para setores administrativos, com um pavimento superior.

 

 


Desde o inicio das atividades até 1969 o atendimento dado aos associados se prenderam praticamente no recebimento e comercialização das safras e fornecimentos de insumos para as lavouras. Também nos anos de 1964, 1965, 1966 e 1967 a Casul exportou 45.499 sacos de café, produção dos seus associados.


A partir dos meados de 1969 uma nova frente de trabalho foi implantada, o viveiro de mudas de café. No ano de 1970 entregamos aos cafeicultores da região 1.900.000 mudas de café. O viveiro de mudas da Casul foi considerado o maior viveiro de mudas do Brasil naquela época. Nova etapa de construção foi iniciada, mais 1.800 m2 de armazéns. Em 1971 foi concluída a ampliação dos armazéns, atingindo um total de 5.000 m2 de construções em condições de armazenar 120.000 sacas de café. E ainda foi construído um depósito para adubos com 350 m2. Em 29/10/1971 apareceu a "Hemileia Vastatrix", a Ferrugem do café, num sítio localizado neste município sede da Cooperativa.


Com o aparecimento da Ferrugem a Diretoria da Casul como representante da classe, conseguiu em conjunto com os Prefeitos da região uma audiência com o Exmo Sr. Presidente da República, Emilio Garrastazu Médici, a fim de tratar de assuntos relacionados à ferrugem. A Casul sempre defendendo a cafeicultura regional e nacional aderiu ao Plano de Renovação e Revigoramento de Cafezais, com início em 1972, desenvolvendo um trabalho de grande vulto produzindo 5.000.000 mudas de café, maior viveiro de mudas do país.


A fim de atender mais de perto os cooperados da região de Osvaldo Cruz, em 1977 foi inaugurada a filial da Casul naquela cidade. Nesse ano foi substituída a cobertura dos armazéns de telhas comuns para cobertura de alumínio.
Para cobrir as despesas decorrentes das mudanças os cooperados participaram com valores, cobrados através das quantidades de cafés depositados e com uma retenção de 0,25% sobre as vendas de café depositados. Também teve inicio as reformas da máquina de benefício de café. Em 1978, fatores climáticos e outros, estavam diminuindo o poder aquisitivo dos cafeicultores, frente a esse aspecto os dirigentes da Casul, juntamente com seu Departamento Agronômico, iniciaram a implantação de uma nova cultura na região, o plantio da seringueira.


No decorrer desse ano e no ano seguinte foram produzidas 100.000 mudas de seringueira, para entrega aos interessados no ano de 1980. Hoje é uma realidade. Em 1982 na assembléia de março os cooperados aprovaram a destinação das sobras do exercício passado, para compra de um imóvel na cidade de Parapuã com fim específico a abertura de uma filial onde funcionaria um Supermercado. Em março de 1984 inauguramos o "Supermercado Casul". No decorrer do ano de 1982 a Casul exportou 44.878 sacas de café beneficiado. Foi instalado em Santos um escritório para cuidar dos assuntos relacionados à exportação. Como foi projetado no ano de 1986 a Casul iniciou a importação de fertilizantes, neste ano foi importado 12.030 ton. de adubos nitrogenados. No ano seguinte concluímos o projeto e importamos mais 8.000 ton. totalizando nos dois anos 20.030 ton. de adubos, num total de U$.1.290.950,00. Em 1989 a Casul começou a receber os primeiros frutos da semente plantada em 1978.


Durante este ano foi instalada uma mini-usina de beneficiamento de látex e no mês de abril iniciou-se o processo de recebimento e beneficiamento de látex. No final do exercício havia operado 198.000 litros de látex que beneficiados resultaram em 61.651 kgs. de borracha seca. Em 1992 visando o grande plantio de seringueiras na região, a Casul iniciou os trabalhos no sentido de construir nos terrenos dela, uma usina de grande porte para o recebimento e beneficiamento do látex de seus cooperados. Reuniram-se, então, 58 cooperados produtores de borracha e através de financiamento junto ao Banco do Brasil e com a participação da Pirelli Pneus S/A , foi construída a tão esperada usina, com capacidade de beneficiamento e secagem de 60 ton./mês de borracha seca. Com o aumento da demanda foi necessário o aumento da capacidade da usina, sendo neste ano construído mais duas estufas de secagem, aumentando para 90 ton/mês. a capacidade de produção.


Em 19/11/1994 com pesar registrou-se o falecimento do Fundador da Cooperativa , Sr. José Morales Agudo. Foi presidente desde a sua fundação até 30/03/1991, quando por questões de saúde deixou o cargo, ocasião em que a assembléia geral o elegeu como Presidente de Honra. A Cooperativa Agraria de Cafeicultores do Sul de São Paulo continua ativamente recebendo os cafés e o látex dos seus associados, sempre com aquele espírito que foi implantado em 06/03/1960.


Em 1998 teve inicio a construção do Centro de Lazer e Treinamento da Casul, obra de grande vulto com uma área construída de 1.200 m2 em estilo arrojado com estrutura metálica constituído de salão social com capacidade de aproximadamente 600 pessoas sentadas, ampla cozinha, churrasqueira, bar, sanitários, tudo em linhas modernas.


Na parte esportiva: campo de bocha, campo de futebol médio, e futuramente as piscinas e quadras poliesportivas. Esta atendendo além dos seus funcionários e cooperados, também a população da cidade no que é possível. Como não podia deixar de ser, a Casul em 2000 iniciou a modernização no seu antigo sistema de informática, contratando uma empresa especializada no assunto e implantou na matriz e em todas as filiais um novo sistema de gerenciamento através de computadores. Em 2001 a cooperativa abriu uma filial no município de Salmourão; em 2002 foi aberta mais duas filiais, uma no município de Rinópolis e outra em Rancharia. A Casul, abrindo novos horizontes no sentido de atender bem os produtores rurais, alem das filiais de Osvaldo Cruz, Salmourão, Rinópolis, Rancharia, do Supermercado, do viveiro de mudas e usina de látex, abriu em 2003 mais uma filial, no município de Presidente Venceslau. Em 2007 foi a vez da cidade de Martinópolis receber uma filial da Casul. No ano de 2016 foi inaugurada uma filial em Pompeia. Em 2017 foi inaugurado em Tupi Paulista um posto de atendimento ao cooperado, visando atender melhor aquela região. Neste mesmo ano a razão social da cooperativa foi alterada para Cooperativa Agropecuária de Parapuã.

 

Voltar

 

Cooperativa Agropecuária de Parapuã

Rua Paraná, 1230 - Parapuã/SP - CEP: 17.730-000 - PABX: (18) 3582-9090 FAX: (18) 3582-1211

Desenvolvido por Oeste Sistemas